Para o homem que ri...

...e também chora, ora.

quinta-feira, fevereiro 16, 2006

projetos in conclusos - III - porcas palavras

Porcas Palavras era um apanhadão de crônicas e poemas.
Tive a idéia pro final de 2003 acho, mais pro meio do fim na verdade.
De ínicio tinha dado o nome terrível de "prosa, pensamento e poesia". Batidão, né?
Aí um dia me veio essa idéia de que eu não gosto de muitas palavras, mas também me veio a idéia que eu não escrevia muito bem. Aí ficou isso.
Até que gostei.
Mas dúvido que termine, nunca vou ter escrito coisa o bastante pra colocar lá...

Vou colocar o primeiro poema, que é um dos que eu mais gosto, e amanhã eu coloco mais um outro dos meus prediletos...

Tem uns da compilação espalhados pelo blog.


Tristeza


Hoje à noite vou chorar
Esta noite lágrimas irão cair
Meu mundo, acabar.
E as estrelas iram sumir

Esta noite tudo parece estar mais triste
Uma criança sorrindo na rua
É apenas mais um sorriso que se omite
Como a face escura da lua
Que hoje deve estar mais triste

Esta noite não vou sorrir
Hoje à noite não vou cantar
As lágrimas iram cair
Esta noite vou chorar

Um tapa em meu rosto
Já não seria tão ruim
Um tiro em meu pescoço
Não doeria tanto assim

Procurem pelos pedaços
Do meu coração
Jogados no espaço
Ou deixados pelo chão

Esta noite não é suficiente
Pra sofrer, pra lamentar.
Pra me sentir plenamente
Sem vontade de chorar

Esta noite vai acabar
E o sol triste irá chegar
Pois sabe do meu lamento
Sabe do meu pesar
Que esta noite é um instrumento
Um tormento a lacrimejar
Sabe que neste momento
É apenas mais uma noite pra chorar


1 Comments:

  • At 2:42 AM, Anonymous you know who said…

    Pedaços no espaço...
    eles se juntam...
    mas nunca serão os mesmo...


    Não se perca
    seja qual perda for.

     

Postar um comentário

<< Home